‘Call center’ na Autoridade Tributária de Moçambique Notícia
Empresa de Integração de sistemas e serviços de engenharia na área das tecnologias de informação (TI), a MeiosTec acaba de entrar no mercado moçambicano através da adjudicação para a implementação de um ‘call center’ na Autoridade Tributária do país. Em Moçambique, a empresa está sobretudo a abordar sectores públicos.
Com a duração de 120 dias, o projecto consiste na implementação de um ‘contact center’ do fabricante Cisco que deverá melhorar e aproximar as relações da Autoridade Tributária com os contribuintes moçambicanos.
Luís Pereira, administrador da MeiosTec, assinala: «Estamos muito satisfeitos com a realização deste primeiro projecto em Moçambique, um indicador de que o processo de internacionalização está a correr em linha com a estratégia definida. Este sucesso permite-nos não só consolidar o acordo tripartido entre a MeiosTec, a CilNet e o parceiro moçambicano mas também a intenção de criar uma empresa de capitais mistos, um objectivo a concretizar a médio prazo.»
Recentemente a empresa aumentou o capital social com o objectivo de reforçar os capitais próprios da sociedade para suportar os investimentos associados ao processo de internacionalização, principalmente para Angola e Moçambique.
Em 2011, a empresa registou um volume de negócios de três milhões de euros e em 2012 o valor reduziu-se em 20% devido à conjuntura portuguesa. Para este ano, o ‘pipeline’ rondará um montante de dois milhões de euros em Angola e cerca de quatro milhões de euros em Moçambique, e o mercado internacional deverá representar cerca de 50%.
A longo prazo, a empresa pretende abordar novos países da África interior, pois Angola e Moçambique podem funcionar como plataformas privilegiadas de comunicação para estas geografias.
Fundada em 1997, a MeiosTec é uma empresa portuguesa de integração de sistemas e serviços de engenharia na área das TI, com competências em redes de comunicações e cablagem estruturada, oferecendo aos seus clientes um leque alargado de soluções, produtos e serviços nas áreas IP (infra-estruturas de projecto) e TI. Numa lógica ‘end-to-end’, possui um modelo de negócio que abrange toda a infra-estrutura tecnológica e o completo ciclo de vida dos projectos. Detém uma elevada experiência e ‘know-how’ ao nível de soluções integradas de infra-estruturas e aplicações orientadas para o negócio.

01.04.13

<< Retroceder

pub3